Conheça a TOMOSSÍNTESE

A Radimagem traz ao Rio Grande do Sul o primeiro equipamento de TOMOSSÍNTESE, uma tecnologia capaz de aumentar a acurácia dos métodos de imagem no diagnóstico do câncer de mama.

BENEFÍCIOS

• Melhora a identificação de lesões mínimas da mama
• Facilita a avaliação das características benignas ou malignas das lesões.
• Torna a indicação de biópsias mais precisa
• Reduz a convocação de pacientes para realizar incidências complementares
• Utiliza baixas doses de radiação.

TECNOLOGIA

A TOMOSSÍNTESE é uma tecnologia similar à tomografia, capaz de obter cortes da mama com 1 mm de espessura que posteriormente são reconstruídos gerando imagens tridimensionais de alta resolução.

Além de facilitar a identificação de lesões mínimas, que poderiam passar despercebidas mesmo na mamografia full digital (DR), o método permite uma avaliação mais precisa das características benignas ou malignas das lesões reduzindo, potencialmente, o número de incidências complementares e biópsias desnecessárias.

COMPARATIVO: MAMOGRAFIA X TOMOSSÍNTESE

 

DOSE DE RADIAÇÃO

A dose de radiação utilizada pelo equipamento full digital (DR) para realizar uma mamografia é menor do que 50% da dose usada na mamografia convencional ou na mamografia com imagens digitalizadas posteriormente (CR).

A dose de radiação necessária para realizar 50 cortes da mama através da TOMOSSÍNTESE é 60% menor do que uma única incidência da mamografia convencional ou com digitalização posterior.

A Radimagem é a primeira a disponibilizar a mamografia full digital (DR) com diagnóstico auxiliar inteligente (CAD) e TOMOSSÍNTESE no Rio Grande do Sul.
 

Voltar