O Projeto

Reconhecendo a importância da informação no desenvolvimento de hábitos que melhoram a qualidade de vida, a Radimagem criou o Projeto Mulher & Saúde que instrui o público feminino sobre questões referentes a sua saúde e de seus familiares. Coordenado pela Dra. Beatriz Bohrer do Amaral, o programa tem contado com a colaboração de renomados profissionais de várias áreas, os quais, através desse ciclo de palestras, contribuem de forma muito consistente no desenvolvimento de uma comunidade mais saudável.

Descrição

Programação

Programação do ano

Histórico

 "As mulheres são a chave para a erradicação da pobreza no mundo, mas devem ser amparadas nos seus esforços para liderar famílias, sociedades e nações à prosperidade"

José Antônio Ocampo
Sub-secretário Geral para Assuntos Econômicos e Sociais da ONU

Em termos de saúde pública, a medicina teve muito sucesso quando detectou que condições adversas do meio ambiente causavam doenças e mortes. O saneamento básico, o tratamento da água e mais as vacinas transformaram o mundo no último século. Embora tenhamos avançado muito em expectativa e qualidade de vida, não fomos capazes até agora de debelar um progressivo aumento na prevalência de patologias não-transmissíveis que representam 60% de todas as mortes no mundo moderno. Estas afecções estão intimamente relacionadas a fatores como a alimentação inadequada, diabetes, colesterol elevado, vida sedentária e ao fumo. Se nada for feito para reverter esta tendência, em 2020, as doenças não-transmissíveis representarão 73% das mortes globais. Ações realizadas apenas dentro dos consultórios médicos ou postos de saúde são insuficientes para resolver o problema. Só para cobrir estes assuntos calcula-se que seriam necessários 50 minutos do tempo de uma consulta médica! A abrangência precisa ser muito mais ampla.

Lembrando a citação do Sr. Ocampo, quem melhor que as mulheres para liderar esta modificação de estilo de vida fundamental para a saúde? A mulher é um importante elemento transformador da sociedade. É quase sempre alguém do sexo feminino, a grande responsável pelas ações que transformam um recém-nascido em ser humano. É necessário, portanto, que ela conheça mais sobre como funciona o seu corpo e o que fazer para cuidar melhor de si, estendendo este conhecimento aos seus. O bem-estar da mulher é, em suma, o bem estar da sociedade. A mulher informada e saudável promoverá a saúde da sua família e comunidade.

O ponto de partida

O projeto Mulher & Saúde originou-se em 1996, na esteira de um outro evento, o CURSO RADIMAGEM DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA MULHER, realizado anualmente pela clínica Radimagem com o objetivo de oferecer à comunidade médica um fórum para discussão dos mais recentes avanços ocorridos na área do diagnóstico por imagem de doenças próprias da mulher. Por iniciativa da Dra. Beatriz Bohrer do Amaral, decidiu-se promover, concomitantemente ao curso, uma atividade paralela, com o mesmo objetivo de ampliar o nível de informação sobre assuntos relativos a saúde feminina, só que com formato específico para o público leigo. Na época, optou-se por buscar parcerias junto a entidades públicas e privadas para o desenvolvimento do projeto.

A cronologia

O primeiro evento do Programa Mulher & Saúde foi realizado na sede do Vida Centro Humanístico, na Av. Baltazar de Oliveira Garcia, nº 2132, em uma programação conjunta da Radimagem, Grupo Hospitalar Conceição, Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, Escola de Enfermagem da UFRGS, Liga Feminina de Combate ao Câncer, Instituto da Mama e a " Support. Aproveitou-se o espaço para promover um dia dedicado a promoção da saúde das mulheres através de uma programação que incluiu exames gratuitos de prevenção do câncer do colo de útero, exame clínico das mamas e palestras informativas sobre cuidados com a saúde da mulher. Foram atendidas nessa oportunidade aproximadamente 1000 mulheres.

Nos dois anos subseqüentes, 1997 e 1998, o evento repetiu-se com o mesmo formato. Em 1999, devido a indisponibilidade do Vida Centro Humanístico e a dificuldades de sincronia com as políticas públicas, a Radimagem decidiu mudar a estrutura do projeto, tornando-o menos dependente de decisões alheias ao seu corpo diretivo. Optou-se, então, por desenvolver um programa de palestras informativas sobre assuntos referentes à saúde feminina, para serem proferidas em empresas, escolas e associações comunitárias em geral.

Com o crescente interesse das pessoas, tornou-se necessário ampliar o número de eventos que passaram a ser realizados também na sede da Radimagem. Organizou-se nesse local um ciclo de palestras comunitárias proferidas entre março e novembro, sempre na última quarta-feira de cada mês, divulgadas amplamente e com grande antecedência através de cartazes distribuídos em empresas, associações comunitárias, veículos de transporte coletivo, igrejas e outros. Para ministrar as palestras foram convidados profissionais com reconhecida competência na área de interesse. Com o rápido crescimento da audiência, a área de nosso auditório tornou-se insuficiente para receber o público, motivo pelo qual fomos obrigados a reproduzir as palestras várias vezes, em datas alternativas, para atender a todos os interessados.

Em 2001 passou-se a realizar as palestras do calendário fixo no salão de eventos da Igreja São Pedro na Av. Cristóvão Colombo, com capacidade aproximada para um público de até 200 pessoas. Atualmente a programação é extensa incluindo um calendário fixo de palestras, com agenda anual e local determinado e outro variável, que atende solicitações de empresas, escolas, centros comunitários, associações de bairro e clubes de mães, etc.

A atualidade

Em 2003, registrou-se a participação de 4.786 pessoas nos eventos do Projeto Mulher & Saúde, não mais só mulheres, mas também homens. Incluiu-se na programação um espaço para promover atividades físicas no início de cada palestra, contando para isso com a colaboração da equipe da professora Carla Lubisco. A partir de 2002, passou-se a solicitar a cada participante uma doação espontânea de 1 kg de alimentos não perecíveis, o que resultou na distribuição anual de cerca de 700 kg de alimentos a instituições beneficentes. No planejamento das programações futuras estão sendo consideradas as possibilidades de desenvolver programas vinculados com artes plásticas, literatura e teatro, bem como discussões sobre os direitos da mulher.

Aprendizagem

Vivemos na era da informação. Jornais, livros, revistas, rádio, televisão e internet nos inundam com notícias que às vezes nos confundem. O que é pertinente? O que faz diferença? O que é adequado? É preciso que se faça uma seleção. Ninguém melhor do que um profissional capacitado para filtrar as novidades médicas do dia a dia e apresentar os dados relevantes de forma simples e direta. Ao adquirir conhecimento sobre o seu corpo, a mulher estimula a sua auto-estima, deixando de ser um agente passivo, para ter uma atitude pró-ativa em relação à sua saúde e da sua família. A partir desta percepção o projeto Mulher & Saúde deverá ampliar a abrangência dos seus objetivos buscando, cada vez mais, transformar-se numa ação afirmativa para diminuir as diferenças de gênero. Além do bem estar físico, as mulheres precisam avançar nas suas conquistas sociais.

O resgate da história do projeto Mulher & Saúde nos leva a refletir sobre o quanto se pode fazer para melhorar a qualidade de vida das pessoa, a partir de um idéia simples, que necessita menos de recursos financeiros e mais da disposição das pessoas de doarem o seu tempo e compartilharem o seu conhecimento.

Obrigado, do fundo do coração, a todos que de alguma forma contribuiram para fazer desse projeto o sucesso em que ele se tornou.

Dra. Beatriz Bohrer do Amaral

Resultados

Entre 1996 a 2005 o número de participantes foi de 22.921

Entre 2002 e 2005 a quantidade de alimentos foi de 1.945 kg

Entre 2006 a 2010 o número de participantes foi de 1.857

Entre 2006 e 2010 a quantidade de alimentos foi de 1.450 kg

 

28/06: Como Manter a Saúde Emocional

O Projeto Mulher & Saúde trará a Psicanalista Juliana Lang Lima.

O encontro é promovido pela Radimagem. Entrada franca - Traga 1Kg de alimento não perecível.

Palestrantes

Prêmios

  • Radimagem conquista prêmio Eco 2006

    A clínica Radimagem-Diagnóstico por Imagem, sediada em Porto Alegre, recebeu no dia 17 de outubro, em São Paulo, o prêmio ECO 2006. Criado em 1982 ...

    Saiba mais
  • A Radimagem conquista o prêmio Racine 2004

    Entre dez projetos de ações sociais de empresas e instituições de diversas áreas, o projeto "Mulher & Saúde", da Radimagem, de Porto Alegre ...

    Saiba mais

Fotos e Vídeos

  • 30/NOVEMBRO - PELE SAUDÁVEL: UMA RECEITA PARA CADA IDADE

    Suzana Hampe - Dermatologista Veja as Fotos
  • 30/NOVEMBRO - PELE SAUDÁVEL: UMA RECEITA PARA CADA IDADE

    Suzana Hampe - Dermatologista Veja as Fotos
  • 26/OUTUBRO - DÉFICIT DE ATENÇÃO: O QUE É ISSO?

    Daniel Spritzer - Psiquiatra Veja as Fotos
  • 28/SETEMBRO - CUIDADOS PREVENTIVOS DO APARELHO DIGESTIVO

    Marta Brenner Machado - Gastroenterologista Veja as Fotos
  • 31/AGOSTO - SAÚDE MENTAL: A PREVENÇÃO É POSSÍVEL?

    Ana Paula Terra Machado - Psicanalista Veja as Fotos
  • 27/JULHO - BENEFÍCIOS E RISCOS DOS EXAMES PREVENTIVOS

    Beatriz Bohrer Amaral, Radiologista Veja as Fotos
  • 29/JUNHO - UM BRINDE À SAÚDE: MITOS E VERDADES SOBRE O VINHO

    Mauro Soibelman - Clínico Geral Veja as Fotos
  • 25/MAIO - COMO MANTER O PESO SAUDÁVEL

    Carlos Alberto Werutsky - Endocrinologista Veja as Fotos
  • 27/ABRIL - SUPERANDO A EXPERIÊNCIA DO CÂNCER

    Luciane Slomka - Psicóloga Veja as Fotos
  • Institucional

    Veja as Fotos